As mulheres em profissões machistas

Hey, Habib! Vamos falar sobre mulheres em profissões machistas. Infelizmente, ainda hoje, existem profissões com discriminação de gênero.

Mulheres em profissões machistas

Hey, Habib! Vamos falar sobre mulheres em profissões machistas. Infelizmente, ainda hoje, existem profissões com discriminação de gênero. Profissões machistas são aquelas dominadas por homens e quando uma mulher decide ocupá-la acaba correndo o risco de sofrer discriminação por exercer aquela profissão, por isso, consideradas profissões machistas.

Uma infinidade de dados vergonhosos mostram que a as mulheres ganham menos que os homens e ainda acumulam mais trabalhos domésticos. Mesmo a maioria delas com ensino superior completo em relação aos homens, as mulheres tem um rendimento salarial menor mesmo que exerçam a mesma função.

Contrapondo este cenário, as mulheres estão mostrando atitude para quebrar esses tabus da sociedade. Com o crescimento de ações em prol do empoderamento feminino e da conscientização e luta pela igualdade de gênero, as mulheres estão ocupando cada vez mais espaços antes considerados exclusivos do homem e, no que se refere a profissões machistas, não poderia ser diferente.

As mulheres em profissões machistas
As mulheres em profissões machistas.

Salão em Fortaleza- CE oferece curso de barbeira ou barbergirl

A profissão de barbeiro é um exemplo de profissão machista que as mulheres estão ocupando com garra e determinação. Conversamos com a Lene Farias, sócia proprietária do Espaço Glamour, junto com seu marido Marciano Xavier. O Salão de beleza fica em Fortaleza CE e, no mesmo espaço existe os empreendimentos @espacoglamour_oficial, @barbeariaglamour e @glamourcursos_oficial.

Lene e seu marido Marciano, oferecem o curso de barbeiro e barbergirl. As mulheres que desejarem ter sua independência financeira, aprender uma nova profissão ou até aperfeiçoar suas técnicas, são muito bem vindas no curso. Segundo Lene, a ideia do curso de barbeira ou barbergirl surgiu quando Marciano viu que poderia ajudar outras pessoas a realizarem seus sonhos.

Clique na Imagem e Matricule-se Já!

A procura do curso de barbeira ou barbergirl por parte das mulheres vem aumentando muito. Quando questionada sobre como os clientes geralmente veem as mulheres a frente dessa profissão, respondeu que ainda tem o preconceito. “Alguns acham que o trabalho de barbeiro sendo realizado por um homem, vai ser melhor”. Ainda é difícil ver mulheres em profissões machistas. Além disso, algumas mulheres sentem receio quanto à ingressar na profissão.

Lene afirma que além de incentivarem o ingresso de mulheres na profissão através do curso ministrado por seu marido, os alunos homens e mulheres tem uma relação de muito respeito, e ajuda mútua quando estão em turma. Inclusive, no Espaço glamour além de barbeiro, eles tem uma barbergirl como profissional da barbearia e a filha de Marciano também está em formação no curso, mostrando como são efetivamente à favor da inclusão de mulheres em profissões machistas.

Clique na Imagem e Matricule-se já!

Depoimento de uma Barbeira – a Barbergirl Débora Paula

Débora Paula: “Comecei muito cedo. Aos 9/10 anos vi um rapaz cortando o cabelo do meu pai, e sempre fui muito curiosa; fiquei atenta a cada detalhe… O corte do meu pai tinha terminado, mas minha curiosidade não. Não passou muito tempo, encontrei meu pai dormindo no sofá, e eu tinha que testar. Peguei uma tesoura de unha e um pente e comecei a cortar o cabelo dele enquanto dormia”.

“Quando de repente ele acordou. Pensei que ele iria brigar ou me colocar de castigo, mas não. Ao invés disso, me presenteou com máquina e tesoura. Alguns meses depois eu já estava cortando cabelos também com alguns clientes que moravam próximo. Passaram alguns anos mas nunca deixei de lado esse sonho, sempre estava cortando cabelos dos meus amigos e familiares. Quando decidi que precisava investir em mim”.

“Viajei pra Fortaleza na busca do meu sonho, pois no meu município não tinha muitos recursos. Mesmo me dedicando e sendo uma profissional qualificada e dedicada a dar o meu melhor trabalho com todo amor, já sofri muito preconceito por ser uma mulher num área totalmente masculina mesmo sem nem conhecer o meu trabalho. Mas, dou graças a Deus por estar sempre comigo nessa caminhada porque Deus é bom”.

Débora Paula exercendo sua profissão como Barbeira / Barbergirl.

Inclusão de mulheres em profissões machistas

É importante que as mulheres adquiram conhecimento e consciência de que não podem nem devem se sentir limitadas por quaisquer motivos, muito menos por preconceito. Ainda há muito a ser feito para que possamos viver livres de pensamentos machistas e um passo importante para isso é incentivar que mais mulheres ocupem todos os espaços que quiserem. A luta pela igualdade de gênero é um processo que depende de cada um de nós e se continuarmos nossa luta, temas como mulheres em profissões machistas deixarão de ser motivo de espanto. Seja barbeira, pedreira, mecânica, caminhoneira; o lugar da mulher é onde ela quiser!

Habib, a empresa @EspaçoGlamour_Oficial é nossa parceira e estamos apoiando-a na divulgação do seu curso pois acreditamos na inclusão de mulheres em profissões machistas. Queremos ver mais mulheres alcançando sua independência financeira através de uma boa qualificação que permite exercer sua profissão com maestria e, o incentivo de mulheres em áreas ocupadas geralmente por homens, reafirmam que a mulher pode e deve fazer o que quer. Se você gostou da iniciativa e se interessou pelo curso, CLIQUE AQUI para mais informações ou mande um whatsapp (85)987819200. Sugiro também a leitura de uma matéria especial, clique AQUI! Quer mais conteúdo sobre essa temática? Acompanhe a Revista Oka <3

Comentários

3 I like it
0 I don't like it