Empreendedorismo Jovem no Piauí com Brena Rocha

Hey, Habib! O papo de hoje é sobre o empreendedorismo jovem com Brena Rocha e a história inspiradora veio diretamente do Piauí.

Empreendedorismo Jovem

Hey, Habib! O papo de hoje é sobre o empreendedorismo jovem e a história inspiradora veio diretamente do Piauí. A jovem mulher que vai te encher de inspiração para fazer suas próprias oportunidades é a piauiense Brena Rocha, de 22 anos, mãe, esposa e uma verdadeira empreendedora. Ela vem se destacando no mercado de confecções por inovar na forma de vender e na entrega de valor agregado que a sua marca vem oferecendo. Fundadora da autêntica Closet Store, Brena já conta com duas lojas físicas, sendo a matriz em Bertolínia – PI e uma filial em Floriano – PI. Em uma entrevista especial para a Revista Oka, ela nos contou como tudo começou. Confira!

O início – da paixão por vendas ao genuíno empreendedorismo jovem

Brena Rocha

A paixão por vendas deu-se ainda na infância. Aos 8 anos de idade, Brena Rocha já se mostrava firme em seus propósitos ao começar a vender raspadinhas e creme de galinha com a avó no carnaval, a fim de conseguir comprar a sua primeira bicicleta. Trabalhou anos depois com semi-jóias e estava sempre envolvida com o mundo das vendas e, tudo isso, contribuía para se transformar na jovem empreendedora que é hoje.

A Closet Store começou quando Brena era recém casada e não encontrava oportunidade de emprego em Bertolínia – PI, levando-a a cogitar iniciar com vendas mesmo sem ter capital para investir naquele momento. Seu esposo, Max Weslen, acreditou e cedeu um empréstimo para que ela seguisse a diante com o sonho. A princípio, ela queria iniciar com uma loja online para a venda de t-shirts. Nascia ali a sua marca Closet Store, com vendas online através das redes sociais. O sucesso foi tanto que, em 5 meses, Brena almejava montar seu primeiro ponto físico, expandindo para o segmento de moda feminina.

Closet Store – Do online ao ponto físico

Empreendedorismo Jovem

Tanto sonhou que planejou e aconteceu. Aos 5 meses de loja online, Brena conseguiu fazer a inauguração do seu primeiro ponto físico para venda de confecção feminina. O feito lhe trouxe experiência para que, 1 anos depois, inaugurasse a sua primeira filial em Floriano – PI. Hoje, sua matriz irá completar 3 anos de inauguração e a filial, 2 anos. Mostrando que, em pouco tempo, com muita determinação e responsabilidade, Brena colhe os bons frutos do seu empreendedorismo jovem. “Tudo isso seria impossível sem o apoio e ajuda dos meus pais, Marta Porto e Josélio Rocha, da minha irmã Amanda e o incentivo dos meus familiares”, enfatizou com gratidão.

Das dificuldades da inexperiência à difíceis conciliações

Empreendedorismo feminino

Quando eu fui começar minha loja virtual, o Caleb ainda não tinha saído do resguardo pois só tinha 2 meses de idade e eu comecei a conciliar os intervalos da maternidade para me dedicar ao atendimento online. Quando fui começar a loja física, tive muitos obstáculos por ele ser muito pequeno ainda (7 a 8 meses de idade) e fui a Fortaleza – CE realizar minhas primeiras compras com ele de colo e minha prima Maria Anália, a quem sou muito grata, para me ajudar. Eu totalmente inexperiente e ele ainda pequeno, foi muito angustiante pois eu não tinha experiência em fazer compras em Fortaleza, não sabia onde era nada. Além do medo e de me sentir perdida e o misto de sentimentos por ser mãe“, conta Brena.

As dificuldades que a jovem empreendedora enfrentara, não eram das mais simples. Por ser mãe e perceber a dificuldade que teve ao viajar com um bebê de colo para fazer compras na movimentada Fortaleza, Brena optou por deixá-lo com a família em Bertolínia e recebeu o apoio do seu esposo Max e da sogra Ivete Pires. Mas, sua natureza materna não facilitou. Ela conta que sofreu com empedramento do seu leite e o peito infeccionado por não estar amamentando naquele momento da viagem e sofria com as dores. Quando seu filho Caleb completou 1 ano de idade, Brena optou por tirar o peito dele. Porém, o sofrimento em conciliar a rotina de mãe e seu empreendedorismo jovem, não atenuou. Até hoje ela cita essa dificuldade nas conciliações e ausência para compras e capacitações como sendo o seu maior desafio.

O alcance do destaque no mercado com seu empreendedorismo jovem
Empreendedorismo Jovem

Desde a loja virtual, Brena Rocha sempre procurou se diferenciar no marketing, nas suas peças, buscando sempre o destaque. Ainda no início investiu na produção das suas próprias etiquetas e sacolas. “Eu me recordo que a minha primeira sacola era tão linda que muita gente comprava só para adquirir a sacola do que o produto“, relembra orgulhosa. Investiu também em memórias através do cheirinho marcante das suas peças que logo se tornou motivo de elogio pelas clientes. Buscou realizar o seu próprio marketing de forma diferenciada. A divulgação nas redes sociais foi uma inovação na cidade de Floriano. Os empresários antigos ainda não utilizavam dessa forma de divulgação e ela buscou nas suas inspirações, referências para inovar o mercado de confecções.

Brena Rocha diz se motivou para levar adiante o seu empreendedorismo jovem pois não queria ser uma mulher totalmente dependente de seu marido. Queria criar suas próprias oportunidades a partir do seu diferencial. Acredita que as cidades de Bertolínia e Floriano merecem empreendedores que façam a diferença para não ser apenas mais um número no mercado. Revelou ainda que investe em muitas certificações e é empreteca, uma relevante certificação para empreendedores pelo SEBRAE. Para ela, o SEBRAE foi um grande ponto de apoio para seguir com seu empreendimento e aconselha essa profissionalização para todo jovem.

Agora que você conheceu a história da Brena Rocha e um pouco da sua jornada com o empreendedorismo jovem, ficou mais fácil perceber que não é um caminho fácil mas que vale a pena para quem persiste em busca de seus objetivos. Ser empreendedor é um desafio diário, de altos e baixos, mas é possível. Se você é mulher, jovem, mãe, use essa história como inspiração para criar suas próprias oportunidades. Se curtiu conhecer a Closet Store da Brena, acompanhe-a clicando AQUI. Para mais conteúdos com essa temática clique AQUI e continue acompanhando a Revista Oka.

Comentários

5 I like it
0 I don't like it